“A poesia das máscaras”

com Joana Barbosa, Paulo Candusso e Rodrigo Veloso.

 

A máscara é um potente instrumento pedagógico e de criação, sua dimensão simbólica enriquece o processo de criação do ator e da cena. O curso oferece uma exploração prática de máscaras teatrais: máscara neutra, máscaras larvárias, máscaras inteiras expressivas e meias-máscaras.

 

Conteúdo trabalhado:

 

- Máscara Neutra:

O módulo oferece uma introdução à máscara neutra. A máscara propõe um estado de total neutralidade, priorizando a ação e a receptividade a tudo que nos rodeia, sem nenhum conflito interno. A jornada com a máscara liberta o corpo do ator e o traz para um estado de frescor e curiosidade, transformando-o em uma “folha de papel em branco”, onde posteriormente a linguagem teatral pode ser “escrita”. A máscara neutra é o ponto central da pedagogia desenvolvida pelo francês Jacques Lecoq.

 

- Máscaras Larvárias:

O módulo introduz as máscaras larvárias. Essas máscaras são grandes e apresentam semblantes que ainda não se definiram humanos, remetem a um estado de larva, por isso o nome “larvárias”. São máscaras utilizadas no carnaval da Basileia, na Suíça, e foram introduzidas no universo teatral na década de 60 pelo francês Jacques Lecoq. No trabalho com as máscaras o ator deve estar atento ao jogo da cena, por isso é fundamental exercer a escuta.

- Máscaras expressivas inteiras:

O módulo trabalha com as máscaras expressivas inteiras que caracterizam-se por terem uma identidade definida e o rosto do ator completamente coberto. Devido a ausência da fala, as máscaras apontam que o gesto está cheio de significados, e com isso, o ator experimenta em cena o que seu corpo pode comunicar ao público. Um trabalho delicado, de escuta e compreensão das emoções do ser humano. 

 

- Meias-máscaras:

O módulo é um convite para que os atores e atrizes se divirtam no espaço de urgência e emoção extrema da meia-máscara expressiva. Serão propostas ferramentas para a busca de um vocabulário físico e poético através do ritmo e musicalidade assim como a relação movimento, voz e o nascimento da linguagem. Com estas ferramentas buscaremos criar a fisicalidade destes personagens com panos, figurino e enchimentos e assim  evocar as grandes tradições do teatro de máscaras como a comédia antiga romana, a commedia dell'arte italiana e os bondrés do teatro balinês. Aprendendo a esconder-se  buscaremos a essência de personagens arquetípicos como Panatelone e Arlequino.

- Meias-máscaras autorais:

Nessas aulas os alunos confeccionarão e trarão para o jogo da cena as máscaras construídas por eles próprios. Nesse processo , além da confecção, haverá um trabalho de construção da personagem proposta pela máscara: andar, voz, figurinos e movimentações. Essas máscaras serão experimentadas em improvisações e jogos cênicos.

 

“A Casa 11 é um espaço de criação em São Paulo que produz arte e fomenta a importância das máscaras no Brasil através do método de Jacques Lecoq . Torço para que este curso se estenda por muito mais tempo e chegue à todos os interpretes-criadores da cidade. Os professores são nossos aliados, revelando nosso potencial criador nos encontros . Estou agradecido pela vivência e aprendizado.”

Edson Nascimento (Curso: A poesia das máscaras)

 

Quando: Segundas-feiras de 11/03 à 24/06/2019

Horário: das 19:30 às 22:15

 Valor: R$340,00 por mês


Inscreva-se abaixo

Nome *
Nome